PCI - Creative Science Park
+351914812739
contato@scientech.pt

O que são EdTechs?

Mudanças radicais são previstas para o cenário da educação mundial na próxima década, afinal a educação tradicional está há alguns séculos precisando de algumas “repaginadas”.

Convido você leitor a pensar nas salas de aula do século XVII ou XVIII, o que você vê de diferente? Pouca coisa mudou se formos comparar com outros ramos da economia e da sociedade, um sapateiro do século XVIII não conseguiria trabalhar no século XXI, já um professor daria suas mesmas aulas sem muitos problemas.

Enquanto outros setores passaram por inúmeras revoluções a educação tradicional continua ainda com o modelo de aulas palestras, alunos retendo pouco conhecimento e professores sobrecarregados.

O problema está sendo debatido por especialistas de todo mundo para a criação de novos processos de aprendizagem e muita coisa irá mudar com a aplicação da inteligência artificial, uso massivo de dados sobre aprendizagem e modelos pedagógicos disruptivos. A expectativa é que a nossa relação com a educação seja completamente diferente nas próximas décadas, afinal os desafios que se apresentam são cada vez maiores e o conhecimento continuará sendo a melhor maneira de resolvê-los.

No Brasil, encontramos escolas primárias sem as condições mínimas, professores sem suporte e despreparados, processos antiquados, sistemas educacionais travados, crianças e jovens desestimulados, entre outros obstáculos. 

Em Portugal as taxas de retenção têm vindo a descer significativamente nos últimos anos, atingindo o valor mais baixo de sempre, sendo que há uma grande discrepância entre questões sociais e locais, é entre os alunos de família mais carentes e do interior que estão as taxas mais altas de insucesso escolar por exemplo, há uma complicação relativa a retenção de alunos na troca de ciclos e as escolas contam com menos professores e mais envelhecidos, será preciso rejuvenescer o ensino.

É fato que as soluções para os desafios da educação estão atreladas às novas tecnologias e novas metodologias de ensino possibilitadas pelas EdTechs, empresas que promovem o uso de novas tecnologias para a educação. O termo edtech é o acrônimo das palavras da língua inglesa “education” e “technology”. As duas principais premissas das EdTechs são o uso de alguma forma da tecnologia, ou seja, a aplicação sistemática de conhecimento científico para tarefas práticas, e também a utilização da tecnologia como facilitadora de processos de aprendizagem e aprimoramento dos sistemas educacionais, aumentando a eficiência e eficácia. 

As startups de tecnologia para a educação utilizam softwares para aplicar o conhecimento científico de forma prática e facilitar processos de aprendizagem e aprimoramento de sistemas educacionais. Segundo os dados da StartupBase, hoje no Brasil existem mais de 12.827 startups das quais 809 são voltadas para a Educação. Esse é o segmento com maior número de startups no Brasil, cerca de 7,58%. Inclusive, um dos unicórnios brasileiros é a Arco Educação, empresa de software educacional que criou ferramentas e métodos para que alunos, pais e escolas atuem em conjunto por um aprendizado mais dinâmico e efetivo.

No Mapeamento Edtech 2018 realizado pela Associação Brasileira Startups e pelo Centro de Inovação para a Educação Brasileira, foram analisadas 364 EdTechs do Brasil. Os principais dados sobre as EdTechs foram que 73% dos estados brasileiros têm no mínimo 3 Edtechs, 43% das EdTechs estão sediadas no estado de São Paulo. A pesquisa ainda demonstrou que 49% trabalham com soluções de Sistema Gerenciador de Conteúdo e 19% trabalham com soluções de Sistema Gerenciador Educacional. Os produtos mais oferecidos pelas Edtechs são: Produção de Conteúdo (61%) e Coleta de Dados e Processos (19%). 

Os segmentos utilizados são Educação Básica (47%), Ensino Superior (6%), Cursos livres (19%), Ensino Corporativo (8%), ensino de idiomas (4%), sendo que 14% trabalham em mais de um segmento. Dentro das 364 startups analisada, os modelos de negócios mais utilizados é o SAAS com 254 empresas (70%), seguido por Marketplace, Consumer, E-commerce e Vendas de Dados. 

As principais especialidades das EdTechs são Produção de Conteúdo (61,6%), Coleta de Dados e Processos (18,95%), Monitoramento e Gerenciamento de Informações (4,94%), Distribuição e Venda de Conteúdo (4,67) e também outras categorias como Realidade Virtual, Coaching e planejamento de Carreira, Ferramentas de comunicação, Análise de relatórios, Hardware e dispositivos, Preparação didática, Simulados e avaliações, Desenvolvimento de habilidades e Ensino adaptativo. 

A revolução da Educação está acontecendo! Acompanhe o mundo das Edtechs e suas novidades. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami